POR QUE É PRECISO BUSCAR A PRESENÇA ONLINE

POR QUE É PRECISO BUSCAR A PRESENÇA ONLINE

Há algum tempo, nem tão distante assim, era comum dirigir-se às locadoras para alugar filmes para toda família: era quase como uma tradição.

Hoje, esse mercado foi totalmente extinto pela popularização do cinema e serviços de TV e, especialmente pelos serviços de streaming online, que oferecem praticidade e mais conforto, graças à facilidade de uso das plataformas e disponibilidade em diferentes dispositivos móveis.

É importante lembrar desse fato pois hoje vivemos um cenário que também trará mudanças impactantes, contudo, não apenas para um tipo de serviço específico, mas para todo o varejo. A pandemia do COVID-19 está transformando drasticamente a forma com que as pessoas consomem. E é preciso acompanhar essas tendências antes que seja tarde demais.

 

O VAREJO ONLINE: COMO O CORONAVÍRUS ESTÁ FORÇANDO A ACELERAÇÃO DIGITAL

 

Os números provam a mudança no varejo online: o consumo do e-commerce aumentou em 30% logo nas duas primeiras semanas de abril, segundo estudo da Abcomm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico).  A busca pelo termo “entrega perto de mim” cresceu 200% em março no buscador do Google (guarde essa informação para mais tarde).

Os números de alguns setores específicos mostraram crescimento significativo. De acordo com informações da Compre e Confie, a categoria de alimentos e bebidas teve crescimento de 44% comparado a 2019 nas vendas online, excluindo a entrega de refeições. Saúde e beleza também cresceram: em março de 2019, as vendas online do setor de saúde representavam 1,2%, contra 2,7% neste mesmo período em 2020; beleza e perfumaria, por sua vez, saltaram de 4,2% para 7,1%.

É importante ressaltar que muitos que compõem essa porcentagem são novos consumidores, que estão criando e reforçando novos comportamentos e hábitos de compras online.

E isso é relevante para o setor de material de construção por quê?

Enquanto uma vacina para o novo coronavírus não surgir e for amplamente distribuída, a tendência é que os consumidores restrinjam suas compras ao ambiente online. Quando a pandemia passar, contudo, os hábitos de compra destes consumidores já terão mudado e eles já estarão adaptados ao conforto e praticidade que a experiência online proporciona.

E é por isso que os lojistas do material de construção devem começar a investir com mais afinco no mundo digital. Atualmente, a presença online do setor se resume, em sua maioria, aos grupos de renome e esse cenário precisa.

VAREJO DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO: A VANTAGEM DO PEQUENO LOJISTA NO AMBIENTE DIGITAL

Mas, embora a presença majoritária seja dos grandes varejistas, a vantagem está nas mãos do lojista local. Isso porque o consumidor opta pelo online devido à sua praticidade. Ao buscar um serviço e/ou produto, ele vai escolher pelo que for mais conveniente e fácil e procurar por opções perto dele (lembra do aumento de pesquisas sobre “perto de mim” citado ali em cima?).

Pode ser que, neste exato momento, o seu cliente esteja procurando pela sua loja no Google. E caso você não tenha uma loja virtual, você pode ser o principal ajudante do seu concorrente, “empurrando” o consumidor direto para ele.

Então, o lojista deve se apropriar dessa vantagem e começar a buscar ampliar sua presença no mundo digital e se aproximar desse “novo consumidor”.

O posicionamento da sua loja no mundo virtual é muito importante; quando o cliente sabe que você está lá, ele irá buscar por seus serviços e produtos quando não puder ir ao seu estabelecimento. Prova disso é como a Magalu apresentou um crescimento elevado nesta pandemia: mesmo com as lojas físicas fechadas, o e-commerce cresceu 73%; as vendas totais atingiram R$ 7,7 bilhões, um aumento de 34% em relação ao mesmo período em 2019.

Vale ressaltar que o lojista não precisa “entrar” no mundo digital de forma drástica; afinal, o posicionamento da marca deve vir acompanhado de um planejamento adequado para que resultados positivos sejam alcançados.

Algumas pequenas ações, contudo, podem ser tomadas para que esse momento não seja perdido o consumidor passe a contar com você virtualmente:

  • Comunicação via aplicativos de mensagens

80% dos brasileiros usa WhatsApp pelo menos uma vez por hora. Faça um planejamento para envio aos seus clientes das ofertas da semana, disponibilidade de entrega, condições especiais que a sua loja oferece. Forneça informações que mostrem o quanto é vantajoso optar pela compra com você.

  • Destaque sua presença nas mídias sociais

Nesse período, é muito importante aumentar sua presença nas redes sociais: Facebook, Instagram, Linkedin. 72% dos consumidores usam o celular para suas compras online. Ao divulgar seu produto e serviço, você aumenta as chances do seu cliente lembrar de você no momento da pesquisa.

  • Ofereça atendimento exclusivo

Aloque um vendedor exclusivo para as vendas via aplicativos e redes sociais. Tenha em mente que é a experiência, e não o preço, que mais conta para o consumidor que opta por comprar online.

  • Invista em marketplaces e-commerce

A hora é agora. No mercado, há diversas plataformas de marketplace e-commerce simples e sem burocracia. O marketplace é vantajoso para lançar tendências, comparar preços e testar o mercado, além de oferecer todas as ferramentas: você não precisa se preocupar com o design, registro, domínio e manutenção do site. Contudo, vale lembrar que não é a sua loja.

e-commerce, ou loja virtual, por sua vez, é a sua marca na internet: você usa seu próprio domínio (www.sualoja.com.br), personaliza as mercadorias à sua maneira e controla todas as informações.

Antes de investir em qualquer plataforma, faça pesquisas: verifique as opiniões dos clientes sobre a facilidade de uso do site, dê uma olhada nas lojas virtuais de seus concorrentes, avalie os grandes nomes do varejo de material de construção e, principalmente, verifique se o fornecedor da solução é especializado na sua área, podendo, assim, desenvolver um produto específico para o seu tipo de negócio.

Quando se trata de e-commerce, o ideal é escolher uma plataforma que ofereça benefícios: um dos maiores dele é a integração com seu sistema de gestão. Diversas empresas oferecem soluções e-commerce no mercado, mas poucas trazem os benefícios de gerenciamento de back-office (a parte de trás do balcão) necessário para ter uma loja virtual: gerenciamento de pedidos, estoque, logística, relatórios e faturamento…

Por isso muitos gestores desistem de tentar implementar uma loja virtual: muitos acabam optando por serviços que oferecem apenas o ambiente online e têm problemas para gerenciar as informações que esse processo demanda. A má escolha da plataforma e-commerce, além da perda de dinheiro, pode gerar danos irreversíveis à marca: a falta de controle pode ocasionar uma má experiência para o cliente, deixando a reputação online da sua loja em cheque.

Portanto, invista em plataformas com benefícios: a Vinhasoft Sistemas traz uma das melhores soluções online para o varejo de material de construção do mercado. Integrada com o sistema de gestão, o lojista terá o controle dos dados por meio de um único local e conseguirá acompanhar as vendas, ranquear clientes de acordo com seu volume de compra, controlar os produtos vendidos, seja no e-commerce ou em plataforma marketplace, rastrear suas vendas por local, dentre diversos benefícios.

Além disso, a loja virtual Vinhasoft é desenvolvida com Magento, a plataforma e-commerce mais popular do mundo, presente em mais de 50 países e utilizada por 31,4% das empresas ao redor do mundo. Além da interface simples e intuitiva, a plataforma disponibiliza  plug-ins e otimização de sites (SEO).

O isolamento forçou o adiantamento da terceira “onda” do comércio eletrônico; não há mais volta nesse sentido. Portanto, o gestor de material de construção deve o quanto antes planejar-se e investir no mundo digital para que, daqui há alguns anos, a história não se repita e sua loja seja tal qual a locadora: apenas uma memória.

Deixe um comentário