A montanha russa emotiva do empreendedor. - VinhaSoft

Receba Novidades, promoções e muito mais.

X

Últimas Notícias

A montanha russa emotiva do empreendedor.

Você começa um negócio com uma grande visão. Você acredita tanto nesta visão que seu nível de engajamento é incrivelmente grande. Para você, não existe vida balanceada entre trabalho e vida pessoal, por que tudo é uma coisa só.

Durante o caminho, para seu negócio sobreviver, você investe toda sua energia no projeto – não tira férias, enfrenta uma multidão de pessoas que não acredita na sua visão, e muitas outras lutas diárias que todo empreendedor experimenta. Todos seus funcionários contam com você e você põe cada vez mais energia no projeto.

À medida que seu negócio cresce você cresce junto, e de repente, muitas vezes sem dar conta, vocês são um só.

Todos temos impulsos narcisistas. Uma ideia de um produto ou serviço é a expressão narcisista de seu idealizador.  Então, para o empreendedor, sua consciência de si mesmo se funde com sua ideia, sua criação e seu negócio. Ainda mais importante, a sociedade e as pessoas com quem se relaciona acabam tendo o mesmo comportamento, reforçando este processo, vendo o empreendedor não só como o Eduardo, no meu caso, mas o Eduardo da Flores Online.

Isso tudo é muito poderoso e tem um aspecto positivo já que cria uma força de engajamento do fundador com seu projeto que é incomparável com qualquer outra relação no mercado de trabalho.

Mas é um processo delicado, principalmente para a vida pessoal do empreendedor.

Todos os seres humanos têm variações em seu nível de emoção diária. Porém, com o empreendedor, a montanha russa é muito mais radical. Estes altos e baixos são exacerbados.

Isso tudo está relacionado com a fusão de sua própria identidade com a identidade da empresa que criou. Todo empreendedor tem esta ideia de que se a empresa fracassar, ele esta fracassando junto. Você não consegue se desconectar de seu projeto. Tudo é uma identidade só.

Se a empresa cresce ou cria algo novo que as pessoas gostam, sua própria identidade está sendo aprovada e seu ego é alimentado. Mas se as vendas estão abaixo da expectativa, ou se um cliente manda uma mensagem furioso com sua empresa, então você se sente muito mal, como se a reclamação estivesse sendo diretamente para você, e não para sua empresa.

Por isso que a resiliência é uma das características mais importantes de um empreendedor. Você precisa ter uma grande capacidade de regular esta enorme variação de emoções para focar sua energia psíquica no que é realmente importante para sua empresa crescer.

Ter esta consciência de como sua identidade pode se confundir com a identidade de sua ideia é o primeiro passo para minimizar o impacto negativo que este processo pode causar na sua vida pessoal e profissional.

Via – EXAME.com

Tags:

Deixar uma resposta